Seguidores

terça-feira, 26 de outubro de 2010

O Pião


(dedico ao meu pai, que me ensinou a jogar pião!)

Toma-me em tuas mãos
me solta com força
me põe a girar!

Pois assim é a vida
um rodopio de esforço
'té o equilíbrio encontrar.

Equilíbrado num instante
a ponta toca a terra
girando sem parar,

Rabiscando meu caminho,
'té que pare o pião...,
descansando, de amar!

Nenhum comentário:

Postar um comentário